Casa da Moita

Fajão, (Pampilhosa da Serra), Coimbra (Região Centro e Douro Sul, Portugal)

Casa da Moita

Casa da Moita

Fajão, (Pampilhosa da Serra), Coimbra (Região Centro e Douro Sul, Portugal)

10.0 Excelente 

pessoa por noite (aprox.)
Pessoas
Tipo
17.5 €
4
Aluguer completo
  • Com licença de utilização para Turismo
  • (Nº de licença 25/2004)
10 Avaliação média
Aluguer completo
Pessoas 4
A Casa da Moita situa-se em Fajão, uma antiga aldeia do concelho de Pampilhosa da Serra, encaixada numa pitoresca concha da Serra do Açor, alcandorada sobre o rio Ceira, perto da sua nascente, entre altos e gigantescos penedos de quartzito, cuja  configuração faz lembrar antigos castelos naturais.
		
A Casa da Moita reflecte o tipo de construção centenária tradicional da região, em xisto, pedra local e madeira de castanheiro, e foi completamente reconstruída em 2004.
A construção, mobiliário e o equipamento encontram-se em perfeita harmonia e garantem um alto padrão de conforto.
Ler mais
A ideia da recuperação do "Barracão da Moita" e a sua transformação na bonita "Casa da Moita", com o total aproveitamento das características próprias de "casa de campo" para turismo rural teve em vista proporcionar uns dias de descanso a quem quer e necessita descarregar o "stress" acumulado na vivência citadina, o limpar das suas vias respiratórias, desfrutar o ambiente puro serrano e apreciar a acalmia das gentes do campo, pelas belezas que a natureza criou e nos oferece, num ambiente lindo e puro.

Visite a Casa da Moita e deixe-se encantar pela beleza natural de uma das mais bonitas regiões da Europa e pelo carácter sublime de uma casa centenária, reconstruída em perfeita harmonia com o ambiente em que se insere.
(ocultar)

Fala Alemão, Francês, Inglês, Português, Espanhol

Contato com o proprietário

Acerca do proprietário e do alojamento Ler mais

Características

  • Exterior: Jardim,  Móveis de jardim. 
  • Interior: Colecção de jogos,  Microondas,  Aquecimento,  Máquina de lavar loiça,  Cozinha,  Casa de banho comum,  Lareira,  Televisão,  Sala de estar. 
  • Serviços: Restaurante (público),  Lavagem de roupa,  Documentação sobre a zona. 
  • Situação: Montanha,  Acesso asfaltado,  Fora da zona urbana,  Acesso sinalizado. 
A casa dispõe de uma ampla sala  com lareira e sofá; uma cama de casal, duas camas de solteiro (gama de gavetão), cozinha, WC e quarto de banho. A sala, esculpida na rocha de xisto, dispõe de uma lareira moderna.

A cozinha encontra-se equipada com um fogão, placa de aquecimento, frigorífico e máquina de lavar loiçaa. O chão é de tijoleira tradicional.

(ocultar) Ler mais

Actividades

  • Terra: Percursos Pedestres - Trekking. 
  • Água: Pesca. 
- Passeio a pé pela montanha (visitar grutas, mesas e bancos esculpidos nas rochas com vistas maravilhosas)
- Passeio a pé até à Ponte de Fajão (aprox. 25 minutos) (de carro 10 minutos) e tomar banho nos açudes do rio Ceira, água límpida (um dos poucos rios onde ainda se pescam trutas selvagens)

(ocultar) Ler mais

10.0 / 10 Excelente

Avaliação média das opinião publicadas nos últimos 24 meses


Avaliação por categorias

Limpieza
10.0 Muito bom
Acolhimento do proprietário
10.0 Muito bom
Arredores
10.0 Muito bom
Equipamento
10.0 Muito bom
Relação qualidade/preço
10.0 Muito bom
Qualidade do sono
10.0 Muito bom







Maravilhoso

10 / 10
Eu e o meu namorado fomos lá passar um fim de semana no mês de julho e só temos a dizer bem muito bem. Adoramos tudo desde o primeiro minuto em que chegamos, desde o acolhimento proporcionado pela senhora bem como a casa. Foi fantástico mesmo tudo, temos ideias de voltar e repetir a estadia muito brevemente e ficou a ser conhecido por nós como o " nosso cantinho".
Ler mais
É óptimo para fugir a agitação da cidade e passar umas horas sossegados e com tudo a que temos direito. Sem dúvida que adoramos tudo e recomendamos a 1000 por cento.
(ocultar)

Em casal Data da estadia: 2016-07-08 Data do comentário: 2016-11-02

Fim de semana

10 / 10
Gostei de estar na Casa da Moita, pelo seu sossego, tranquilidade, pela simpatia das gentes e por nos permitir uma coisa invulgar: "ouvir" o silêncio! No seu conjunto faz com que nos sintamos em sintonia com a natureza sem perdermos a nossa identidade.
A casa em si dá-nos o conforto e a segurança depois de um dia pleno de buscas e descobertas e ansiosos por um sono tranquilo.
Ler mais
Voltarei!
Quero deixar uma palavra de apreço aos proprietários pela sua iniciativa e felicitá-los pelo bom gosto que mostraram na conversão de uma quase ruina num sítio tão aprazível!
(ocultar)

Grupo de amigos Data da estadia: 2012-06-09 Data do comentário: 2012-07-02

agradável surpresa

10 / 10
Fajao é especial! É uma das aldeias serranas do centro de Portugal ainda habitadas. Fomos lá passar uns dias e ficámos alojados na Casa da Moita. Pelo que percebemos era um antigo barracão que foi recuperado pelos filhos com um toque de bom gosto e um modernismo invulgar. Tem as condições ideiais para uma familia com filhos e ainda pudémos preparar as nossas refeições confortavelmente.
Ler mais
Fomos muito bem recebidos. Considero que foi um dos melhores destinos familiares que visitámos nos últimos anos tendo em conta a segurança e o contacto previligiado com a natureza. Estava bom tempo e aproveitámos para fazer alguns percursos pedestres. Agradeço à D. Alzira e à Sandra, a nossa guia.
(ocultar)

Família com crianças Data do comentário: 2012-06-28

manifestação de apreço pelo alojamento e não só.

10 / 10
Manifesto por este meio a minha opinião favorável pelas condições oferecidas no referido alojamento denominado CASA DA MOITA.
 De facto consideramos excelente a qualidade do alojamento em toda a sua plenitude, 
nomeadamente a limpeza e demais condições oferecidas.
A sua magnifica localização enquadrada na bonita paisagem envolvente impressionou - nos muito agradavelmente.
Ler mais
.
Por isso recomendamos a quem queira desfrutar de paz e sossego em local aprazível a referida casa Rural.
O acesso é fácil e por isso mais uma razão a merecer a nossa opinião .
(ocultar)

Família com crianças Data da estadia: 2012-05-20 Data do comentário: 2012-06-19

Ver opiniões em: espanhol (3),  francês (1),  inglês (1).


O proprietário deste alojamento não actualizou o calendário de disponibilidade.

Incentive-o a completar a informação do seu alojamento desde o nosso formulário de aviso


pessoas 4

Casa da Moita

1 quarto duplo, 1 quarto de casal, 1 sofá cama, 1 casa de banho, 1 WC

Temporada Data de início Data fim Mínimo noites Noite Regime
Temporada 1 01/jan/16 31/dez/16 2 70,00 € Só alojamento
Os preços incluem o IVA

Mais informação

Quantia da reserva:
20.0  %
Restante pagamento:
Na entrega das chaves 
Formas de pagamento:
Transferência bancária ,   Dinheiro  
Condições:
- Durante o aluguer a casa fica totalmente à disposição da(s) pessoa(s) que a arrendar(em)
- A capacidade máxima permitida para a Casa da Moita é de 4 (quatro) pessoas   
- A entrada deve ter lugar entre 15:00 h e as 20:00 h (a partir das 20h terá de pagar uma taxa adicional de 10€) e a saída deve efectuar-se até às 13:00 h (salvo diferente acordo prévio). 
- É proibida a permanência de animais  
- Alugueres típicos da Casa da Moita poderão ser: 
a) um casal com até 2 filhos
b) dois casais
10.0 / 10 Excelente

Avaliação média das opinião publicadas nos últimos 24 meses

Mapa Mapa | Cálculo da rota Cálculo da rota

Indicações do propietário

- Se vier de Lisboa saí em Pombal em direcção a Pedrogão e apanhar a estrada para a Pampilhosa da Serra.
- Se vier do Porto vem até próximo de Coimbra, apanha a IP3 até Arganil. Aqui vai direito a Folques, Torrozelas, Teixeira e por fim Fajão.

Coordenadas Gps: n 40º 8´ 56,12´´ , w 7º 55´ 17,5´´

Lugares de interesse

  • Fajão 
    Fajão foi concelho, com 808 fogos. Antes da sua supressão enquanto tal, em 24 de Outubro de 1885, tinha seis freguesias, duas no bispado de Coimbra e quatro no da Guarda. As do bispado coimbrão eram: Fajão e Teixeira; as do da Guarda eram: Dornelas, Janeiro de Baixo, Unhais-o-Velho e Vidual de Cima. Este território foi povoado em eras muito remotas, como comprovam as suas várias estações arqueológicas, anotadas no Levantamento Arqueológico do Concelho de Pampilhosa da Serra, de Carlos Batata e Filomena Gaspar. Os Penedos de Fajão ficam na Raseira, zona plana rodeada por trás por afloramentos graníticos. A lenda e a parca bibliografia existente dizem que os Mouros viveram neste plano, rodeado de arbustos; quando os cristãos pretenderam expulsá-los, camuflaram-se nos arbustos e encurralaram-nos na parte mais larga (entre os três picos), local que agora é conhecido pelo nome de Porta da Falsidade. (...) Outros dados legendários são aqueles que referem que a Gruta da Raseira atravessa o rio Ceira e se liga às minas de Coiços, Casal Novo e Relvas de Teixeira (já no concelho de Arganil). Outra lenda refere que, quando construíram a estrada para Cavaleiros de Baixo, foi destruída uma inscrição que dizia ter sido assassinado o guarda de um homem perigoso, que o transportava para ser julgado na dita pelo povo. Um ídolo antropomórfico pré-histórico foi encontrado em Relvas e datado como sendo da Idade do Bronze. No mesmo local foram encontradas manchas circulares de terra escura, com vestígios de carvão, e, perto, um machado de bronze, que se pensa ser de talão, o que o colocaria no Bronze Final. Dada a proximidade (a dois quilómetros dos Penedos), devemos entender que pode existir uma ligação estreita entre a cerâmica que aqui se encontra e os objectos achados em Relvas.
  • Aldeia do Piódão 
    30 minutos de carro
  • barragem de Santa Luzia 
    20 minutos de carro
  • Vidual 
  • Janeiro de Baixo 
  • Fraga da Pena 
  • Mata da Margaraça 
  • Cerdeira 
  • Arganil 
  • Góis 
  • Coja 

17.5€ pessoa por noite (aprox.)


Contacte sem compromisso


  • Na Toprural desde 2008-10-06
  • Com licença de utilização para Turismo
  • (Nº de licença 25/2004)

* Campos obrigatórios

Recomendado


  • Mais de 5 opiniões
  • Mais dum ano de antiguedade na Toprural
  • Uma avaliação média de pelo menos 9

Contato com o proprietário